quarta-feira, 12 de março de 2008

DEFICIENTES SOMOS NÓS...

Vi uma cena que partiu meu coração,
Vi um pai com seu filho deficiente,
Seus olhos chorava de dor e emoção,
Vi o que o futuro traz pra gente.

Vi uns olharem-no com dó,
Outros com desprezo,
Queria que tudo fosse melhor,
Mas o mundo vai ser sempre o mesmo.

O menino doente,
Tinha "água na cabeça",
Criança inocente,
Talvez nunca mais eu o esqueça.

Era um menino com cabeça d'água,
Que sofria tanto,
O coração de seu pai tinha mágoa,
E ele estava em grande pranto.

É triste ver a vida,
Doe em meu peito demais,
Não encontro uma saída,
Pra dizer que assim não dá mais.

A vida tem que mudar,
É melhor sem discriminação,
O medo tem que acabar,
É preciso amar, não importa a situação.

Muitos são perfeitos,
E à vida não dão valor,
E toda vez que eu me deito,
Peço a Deus, que às pessoas dê mais amor.

Somos perfeitos e sãos,
E com nada nos alegramos,
Vagabundos feitos cães,
E com nada melhor sonhamos.

Meu Deus! O quê que há?
Quero ouvir tua voz,
Dizer que o mundo vai mudar,
Pois deficientes somos nós.

Autor: Oziel Soares de Albuquerque
www.ozielpoeta.blogspot.com/

Nenhum comentário: