terça-feira, 30 de agosto de 2011

ONTEM À NOITE....


Tive um sonho. E foi-me pertubador! Sabe quando o sonho nos parece tão real! E que choramos e quando acordamos temos vontade de continuar chorando! Quando a dor do sonho parece continuar quando acordamos! Sabe, já sonhei caindo de algum lugar e senti aquela sensação que realmente cai na cama. É! Eu sempre sonho. Mas não como ontem à noite. Sonhei perdendo alguém que era muito importante pra mim. Sonhei com um de meus maiores pesadelos, pois realmente esse alguém é muito importante pra mim. E chorei. Ah! Como eu chorei! Como a criança que perde seu brinquedo favorito, que o ama a ponto de não querer trocá-lo pelo mais lindo, perfeito e caro brinquedo. É aquele brinquedo que ela ama. Eu tive brinquedos assim. Alguns que me esforçei para guardá-los por longos anos, mas que perdi, embora fizesse muito esforço para não perdê-lo. Chorei por senti quase que a mesma perda e embora no sonho eu lutasse para não perder meu alguém, perdi. E chorei. Procurei e não encontrei. De repente achei tê-la encontrado. Não, não era ela. E a perdi. E ninguém, nada, jamais poderá tomar o lugar dela aqui dentro. Sabe, meu brinquedo também não pôde ser substituido. Nem ela jamais será. Bem, foi bom ter sido um sonho, é bom saber "que ainda estais aqui".
Autor: Oziel Soares de Albuquerque
www.ozielpoeta.blogspot.com/

2 comentários:

Anônimo disse...

Liindo *-*
Já tive sonhos assim também, e realmente não são bons.

Anônimo disse...

Pois sim, ontem à noite tive um sonho..
Foi um belo sonho, dizem que se contarmos não se realizam, sendo assim vou ficar quietinha, vai que...
bjos
JúlliaBê!