Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2012

COM UM GIZ...

Que bom seria,
Se soubéssemos perdoar!
Quando fosse a noite e viesse o dia,
Mágoas eu não insistisse em guardar.

Que bom seria,
Se aproveitássemos cada segundo,
Se em nós houvesse agonia,
Ao pensar em um possível fim do mundo!

Que bom seria,
Se em nós houvesse compaixão,
Vontade de tornar a dor, alegria,
Levar paz a cada coração.

Que bom seria,
Se nós ainda fossemos criança,
Fizéssemos da coisas sérias, folia,
Fazer do grão, a mais forte esperança.

Que bom seria,
Se em nós não houvesse medo,
Na noite escura e fria,
Desvendar tantos segredos.

Que bom seria,
Se não houvesse saudade,
Se toda procura tardia,
Transformasse em tão grande felicidade.

Que bom seria,
Se eu fizesse um mundo com um giz,
Um melhor talvez faria,
Se não! Com certeza um mais feliz...

Autor: Oziel Soares de Albuquerque
www.ozielpoeta.blogspot.com/

IMPORTA?

Na verdade não importa,
O que falam de mim,
Não que eu seja uma pessoa torta,
Não! Eu não sou assim!...

Autor: Oziel Soares de Albuquerque
www.ozielpoeta.blogspot.com/

MEU FARDO...

(Sobre o caso do Jovem Fabrício - Acre - e outras impunidades)

Silêncio!
Fique com a boca fechada!
Se o que falo, penso...
É melhor calar e não dizer nada.

Não sei cadê!
E isso nem me importa!
Importa para você?
Se sim, já tens a resposta!

Procure!
Ainda posso procurar.
Isso talvez não me salve, cure!
Morro se eu desanimar!

As luzes já se apagaram,
A noite de novo vem!
Aqueles que te levaram,
Nunca conheceram o que é o bem!

Mãos atadas!
Estou acorrentado!
Livre numa triste estrada!
Meu pranto é também meu fardo...

Autor: Oziel Soares de Albuquerque
www.ozielpoeta.blogspot.com/