terça-feira, 23 de dezembro de 2014

NOSSO BANQUINHO...

O que dizer para quem me faz tão bem?
Para quem me entende como nenhum outro alguém?
Dizer te amo? Seria muito clichê!
Na verdade, sou louquinho por você!
Faz tempo desde o primeiro beijo,
(O tempo passa e eu não mais o vejo...)
Talvez mudei, talvez mudamos,
Não somos mais crianças, mas ainda nos amamos...
Dois anos de casados, que parecem mais de seis,
Não arrependo-me de nada, viveria tudo outra vez...
Ainda vem tanto pela frente,
Tempestades, furacões, torrentes,
Daqui um tempo um herdeiro,
Para selar e provar que é verdadeiro...
Meu amor para com uma tal pequena,
Meiga, linda, chata e serena,
Sem quem não vivo, nem quero viver,
Quem tento todos os dias suas atitudes entender...
Mas não consigo, nem conseguirei,
Então aqui no nosso banquinho, te esperarei,
Para rirmos juntos e também chorar,
No nosso jardim, que sempre vou regar,..
A vida é tão difícil, e tão complicada,
Só que com você não me lembro de mais nada...
Sou grato a Deus por ter você aqui,
Para me fazer lutar, vencer e sorrir...
Obrigado por tudo que a gente já viveu,
E se algum dia eu partir, não o serei mais eu...

Nenhum comentário: