segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

UMA MENSAGEM (OU TRAIÇOEIRA MEMÓRIA)


O que dizer para quem já não tem mais a obrigação de me ouvir? Para quem na verdade conheço tão pouco?
Dizer adeus! Na verdade dizer adeus é fácil, pois todos vocês ainda estão aqui. Difícil será acordar daqui uns dias e ver que todos já se foram, que já não estamos juntos. Alguns estarão por perto, outros já nem tanto...
O gosto da saudade é triste, porque voltar atrás é muito difícil. Perdoe-me a redundância (voltar atrás!). Aliás, perdoem-me por tudo. Perdoem-me a incompetência talvez. Ensinar é muito difícil, embora nem tanto quanto aprender.
Os momentos ruins serão esquecidos. Os desesperos, provas trabalhos, seminários alguns ficarão na memória. Mas a memória, a traiçoeira memória, nos fará pouco a pouco esquecer.
Um novo momento da vida lhes espera. Um mais terrível e difícil talvez. A vida será sempre uma caixinha de surpresas.
Eu deixo que vocês me esquecerem. Vocês podem esquecer uns outros. Só não esqueçam de lutar pelo que querem, de lutar para serem felizes. Não se esqueçam da canção: "cada ser em si carrega o dom de ser capaz e ser feliz".
Cuidado com as "merdas" que vocês podem fazer na vida. Que elas não afetem os outros. As pessoas são muito complicadas. Minha mãe diz que "o coração dos outros é uma terra que ninguém anda". Então, cuidado, qualquer um pode fazer vocês sofrerem. Todos mentem, enganam. O ser humano é muito ruim.
Não tenham medo do amanhã. Existe uma força que nos guia. Existe Deus. Existe a possibilidade de sermos felizes. Existe força. Existe amor. Existem lágrimas. Existe força. Existem vocês. Existem seus rostos, que ficarão para sempre na minha memória, a minha traiçoeira memória...

(Aos meus alunos do 3º ano "A" - Vespertino - da Escola Presbiteriana João Calvino. E por que não dizer do 3º Ano "B" - Vespertino - também?)

Autor: Oziel Soares de Albuquerque
www.ozielpoeta.blogspot.com/

P.S.: Espero que os da manhã não sintam ciúmes!

Um comentário:

brendailana disse...

Arrasou! Belas palavras. Foram pouco tempo "juntos" mas sentiremos sua falta, admiro seu trabalho e obg.
Abraços de sua ex-aluna Brenda Ilana ;)