segunda-feira, 13 de julho de 2015

COMO?


Como não ter raiva?
Se atitudes doem demais?
Como não chorar?
Se minha dor para os outros tanto faz?

Como não sorrir?
Se a alegria invade o peito?
Como não desistir?
Se já não há mais jeito?

Como não gritar?
Se o silêncio não diz nada?
Como caminhar?
Se já findou aquela estrada?

Como não ter medo?
Se o escuro é tão cruel?
Como não sonhar?
Se meu limite é o céu?

Como não partir?
Se nada já não me prende?
Como não discutir?
Se a gente já não se entende?

Como não temer?
Se minhas pernas estão tremendo?
Como esquecer?
Se aqui dentro está doendo?

Como? Me diz?
Como esquecer toda dor?
Fingir ou tentar ser feliz?
Se já nem acredito nesse tal amor?

Autor:Oziel Soares de Albuquerque
www.ozielpoeta.blogspot.com/

Um comentário:

Anônimo disse...

talvez seja assim que eu esteja me sentindo..
no "COMO'" .. suas palavras sempre tao significantes
nunca deixa de ser (palavras passageira, porem permanente).
excelente texto..
sucesso PAI espiritual :*