sexta-feira, 18 de setembro de 2015

O SOFÁ...

(Sobre minha melhor lembrança da Faculdade, um "sofazinho" na porta da sala de um dos professores)

Lembrei daquele sofá,
Das tantas lembranças,
Das coisa que nem queria lembrar,
Coisa que ainda me cansam.

Lembranças ainda tão fortes,
Tão claras em minha mente,
Hoje sei que entre a vida e a morte,
Sempre existirão fantasmas que atormentarão a gente.

Por tanto dormir,
Lembrei de sonhar,
E você nunca estava ali,
Nem agora pode estar.

Aquele sofá, querida,
Era o que eu tinha de melhor,
Manhãs e tardes sofridas,
Das canções que ainda sei de "cor".

Lembrei de tudo isso,
Por que sempre me incomoda,
Saber tudo que agora preciso,
Um dia tive, mas hoje? É "foda"!

O sofá para mim?
Eu sei o que é!
Pode ser tudo que teve fim,
E que hoje a gente tanto quer...

Autor: Oziel Soares de Albuquerque
www.ozielpoeta.blogspot.com/

2 comentários:

Anônimo disse...

rsrs... Sem palavras
o senhor e mito nas palavras..
sucesso sempre!

Anônimo disse...

Não me canso de ler seus poemas. suas rimas
e seus versos.. pois e neles que ate encontro
inspiração para escrever e a encarar a vida como deve ser!