sexta-feira, 18 de setembro de 2015

UM PERDÃO...

Perdão! A todos que foram traídos,
A qualquer um que foi enganado,
Aos que se encontraram perdidos,
Por em alguém ter confiado.

Perdão em nome dos “canalhas”,
Que tiveram coragem para ferir,
Eu sei que a humanidade é falha,
Mas a verdade é melhor do que mentir.

Perdão a todas meninas,
Que amaram a primeira vez,
Imaturas, crianças ainda,
Que não mereciam o que cada um fez.

Perdão pelos seus sonhos,
Que lhes fizeram acreditar,
E hoje seus olhos tristinhos,
Só o que conseguem é chorar.

Perdão por cada palavra dita,
Nenhuma era verdade,
Espero que essa lembrança maldita,
Não se torne uma barreira para a felicidade.

Perdão por cada abraço mentiroso,
Cada briga sem razão,
O mundo é mesmo um nojo,
Mas em nome da vida: Perdão!

Saiba que nesse mundo,
Ninguém é perfeito,
Criam-se buracos profundos,
E essa dor aí no peito.

Um perdão não muda nada,
Nem nada o pode fazer,
Nem força pode ser dada,
Já que seguir depende de você.

Autor: Oziel Soares de Albuquerque
www.ozielpoeta.blogspot.com/

Um comentário:

Anônimo disse...

Oziel Soares e um Mito na ação poética, faz o mundo inteiro
se deleitar em suas palavras.. muito bonita sua poesia.
fez EM UMA simples poesia no seu "eu" representando
o mundo inteiro .. "um Perdão".. sucesso sempre.




alguem que lhe ama e lhe admira como professor, poeta e amigo!