domingo, 27 de março de 2016

PESADELOS...

Todas as noites aqui,
Estou de volta aos meus pesadelos,
Aqueles "demônios" que voltam a existir,
Que são os meus maiores medos.

Eles voltam à minha mente,
E são sempre tão reais,
E as dores que a gente sente,
Deixam marcas que não se apagam mais.

Tento esquecê-los,
Apagá-los de uma vez,
Não consigo fazê-lo,
Porque não se muda o já se fez.

Toda noite vem a culpa,
E o medo de novamente sonhar,
E cada dia é uma luta,
Pois pesadelos podem nos afundar.

Já vi meus piores monstros cara a cara,
Já achei que não terminaria,
Mas uma hora tudo para,
Uma hora se faz dia...

Autor: Oziel Soares de Albuquerque
www.ozielpoeta.blogspot.com/

Nenhum comentário: