terça-feira, 23 de agosto de 2016

UMA HORA DESSAS...

Uma hora dessas todos nós nos perdemos em um copo de cerveja,
"Eu nunca me perdi",
Outra hora fazemos coisas sem que todo mundo veja,
Se já o fiz, nunca percebi.

Uma hora dessas,
A gente cansa de falar,
Cansa de frequentes conversas,
E espera pra ver no que vai dar.

Uma hora dessas percebemos a verdade,
Entendemos que no fundo nada importa,
O que fomos deixou saudades,
E para o amanhã já quase se fecham as portas.

Uma hora dessas todo mundo enlouquece,
Talvez eu já tenha enlouquecido,
Mas tem coisa que não se esquece,
Depois de tanto já ter vivido.

Uma hora dessas todos iremos,
Juntos, a um lugar só,
Em que sonhos não realizados enterraremos,
E seremos, de novo cinza e pó...

Autor: Oziel Soares de Albuquerque
www.ozielpoeta.blogspot.com/