terça-feira, 29 de novembro de 2016

SUAS PALAVRAS...

Saiba que as palavras que dizes,
Doem-me tanto, tanto,
Não entendes que me afliges,
E me fazes sofrer em prantos.

Palavras ditas sem pensar,
Que pra mim são um martírio,
E não entendes que não vão ajudar,
Que só tiram da vida o brilho.

Elas me ferem sobremaneira,
Por que cobranças não ajudam,
Se a preocupação é verdadeira,
Por que você também não muda?

Talvez eu não precise de palavras, sabia?
Talvez eu ainda não consiga ser tudo isso,
Talvez eu não tenha mais alegria,
Nem a força que pra continuar preciso.

Talvez sua cobrança é demais,
Talvez eu ainda tenha tempo,
És só outro alguém que rouba minha paz,
E que também não sabe o que passa aqui dentro.

Eu não sou a sua cópia,
Não preciso seguir seus passos,
Deixa-me caminhar por conta própria,
Pois no fundo meu destino sou eu quem traço.

Autor: Oziel Soares de Albuquerque
www.ozielpoeta.blogspot.com/

Nenhum comentário: