segunda-feira, 18 de março de 2013

UTOPIA


Sonho com um mundo cheio de crianças,
Adultos, grandes, crianças inocentes,
Onde brincar trouxesse esperança,
E que eu não fosse um alvo, um sobrevivente.

Quero que os abraços sejam verdadeiros,
Que o amor seja de verdade,
Crianças apenas, no mundo inteiro,
Que os sorrisos revelam felicidade.

Somos "erros" em toda parte,
Somos pó em todo chão,
Cinzas? Não quero dar-te,
Pois é só o que sou, grão.

De tantas lágrimas e tão poucos sorrisos,
De falsos carinhos, mentira à luz do dia,
Quero o inatingível, sim, eu preciso!
Deixa eu ser feliz nessa utopia.

Autor: Oziel Soares de Albuquerque
www.ozielpoeta.blogspot.com/

Nenhum comentário: